One thought on “mulled wine

  1. Eh pá, eu costumo fazer essa essa receita mas sem os paus de canela, sem o limão, sem o açucar, sem as especiarias e sem a água. Na prática, o que faço é o seguinte: espero pela chuvinha lá fora, ponho um cavaco a queimar na lareira, abro um tinto (tipicamente um Douro ou Alentejo, ou uma outra qualquer desde que seja boa) à temperatura ambiente ou ligeiramente aquecido perto do calor da lareira, dependendo da primeira. Carrego no play para ver uma sériezita ou um filiminho e voilá. Sai sempre divinal!
    No que toca ao vinho sou um pouco conservador. Para quê inventar se ele é tão bom por cá?

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s