avatar

avatarAcabadinho de chegar da estreia do tão aguardado “Avatar” vamos então à crítica do novo filme de James Cameron. Para começar gostaria de referir o preço dos bilhetes, mais concretamente os dois euros que se pagam actualmente para os filmes projectados na tecnologia 3D. Considero esse preço absurdo, ou melhor, julgo que qualquer valor de diferença do normal preço do bilhete é absurdo. Ainda por cima quando abandonamos a sala encontramos uma caixa onde podemos colocar os óculos, permitindo deste modo uma reciclagem dos mesmos. Pessoalmente, foi o cartão Sábado que me pagou os três pares de óculos. Depois deste pequeno reparo passemos ao filme propriamente dito. “Avatar” é visualmente assombroso e estonteante! O filme tem uma duração de quase três horas e no final não nos sentimos nada saturados com as cores de Pandora. É normal as pessoas se sentirem cansadas dos olhos depois de visualizarem filmes em 3D, mas isso não acontece com este, o modo como Cameron utilizou esta tecnologia faz com que passados cinco minutos nos esquecemos completamente que temos os óculos postos. A história não é uma obra-prima da literatura moderna, mas interessante o suficiente para acompanhar a viagem de Jake Sully. Possui uma forte componente ambiental, bem enquadrada e servindo de metáfora para a realidade actual. Neste aspecto Cameron foi bastante inteligente, como a Carla referiu durante a película o realizador antecipou-se à elaboração de um filme inspirado no jogo “The World of Warcraft” e bebeu quase toda a sua inspiração no maravilhoso universo criado pela Blizzard. Tendo esta última bebido a sua em J.R.R. Tolkien. Os amantes de videojogos encontrarão bastantes referências a muitos dos títulos lançados nos últimos anos. No fundo, os leitores, jogadores e espectadores é que acabam por ganhar. A música está a cargo do compositor James Horner e encaixa-se perfeitamente em todos os momentos do filme. Em relação aos actores escolhidos considero bastante positivo as personagens principais não serem protagonizadas por grandes estrelas de Hollywood, o que permite uma maior envolvência da parte do espectador nos acontecimentos que vão sucedendo a uma velocidade vertiginosa. Sendo a presença de Sigourney Weaver uma deliciosa cereja no topo do bolo. Voltando à principal característica do filme, os efeitos visuais são fantásticos e, sem qualquer dúvida, os mais avançados até hoje. Unicamente este motivo me levaria de novo a uma sala de cinema, pois não existe mal algum em querer que, por vezes, o cinema apenas nos entretenha e faça sonhar. E “Avatar” é disso o melhor exemplo!

One thought on “avatar

  1. Viva miúdo, Tutti bene?
    Fui ver o Avatar e gostei muito.
    Não posso (apesar de ser muito teu amigo) concordar inteiramente com a tua análise ao filme…
    Gostei do filme como um todo, não só pelo aspecto, que é de facto sublime e inovador mas também pela história que, numa narrativa cuidada e inserida no mundo “do fantástico”, permite reflectir sobre a nossa pegada ecológica, enquanto espécie e indivíduo.
    A minha maior discordância é portanto, na referência ao jogo “The World of Warcraft”… (?!) Huhn!?
    Só se for na parte de ser utilizado um avatar mas mesmo assim, parece-me ser preciso ir buscar essa comparação ao fundo do báu…
    Penso que te referes ao aspecto visual mas quem não souber, ao ler isso, fica a pensar que é um filme sobre um universo de magia, no mundo “da fantasia” de elfos azuis contra humanos e não é isso.
    É o retrato da cobiça e agressividade humana na perseguição cega e intempestiva por algo valioso sem preocupação pelo real custo e que tem realmente valor, a “vida”.
    Se queres fazer comparações, faz antes o paralelismo com o confronto entre os colonos americanos e os nativos das Américas, especialmente do norte. Se reparares, aí sim as referências são muitas e evidentes.
    São opiniões, respeito a tua mas (apresentada assim) não concordo. =/
    Um forte abraço e a ver se combinamos um copo oh cachopo! =)
    Hasta!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s