o meu salvador de vinhos

vacu_vin_wine_saverSe és uma daquelas pessoas que pensam duas vezes em abrir uma garrafa de um bom vinho se não for para consumir todo o produto continua a ler este texto. Apesar de não ser o melhor conhecedor de vinhos do mundo tenho um enorme prazer em escolher e beber (moderadamente) vinho, com uma ligeira preferência para os tintos alentejanos e para os refrescantes verdes durante esta altura do ano. Por este motivo, quando estou em casa apetece-me, por vezes, beber um copo de vinho mas evito fazê-lo porque sei que vou estragar o resto da garrafa. Por isso, fiquei bastante interessado no produto referido pelo Edgar Durão, o Vacu Vin Wine Saver. Logo que terminei de ler o texto fiquei com a ligeira impressão que já tinha visto este artigo em algumas lojas e posso-vos dizer que o comprei esta manhã. Numa breve visita ao Fórum Coimbra encontrei este salvador de vinhos em duas lojas, na CASA e no Continente. Optei pela versão em preto, apesar de também se encontrar disponível em branco, com dois stoppers. O preço é exatamente o mesmo nas duas lojas (11,99€), e cada caixa de dois stoppers adicionais custa 3,75€. No final do almoço lá experimentei o Vacu Vin Wine Saver e até agora estou maravilhado com o perfeito funcionamento. Este artigo é imprescindível para quem gosta de apreciar um bom vinho!

A Vacu Vin é uma empresa holandesa que desenvolve e produz artigos relacionados com vinhos e comida para utilização pessoal e profissional. O artigo referido neste post foi o motivo da fundação desta empresa, em 1983, por Bernd Schneider e o seu irmão John. Também fiquei fã de outros interessantes produtos, como estes Strawberry Huller, Pizza Slicer, Citrus Peeler, Cheese Grater, Vacuum Coffee Saver, PopSome Herbs & Spices, Foil Cutter, PopSome Candy & Nut Dispenser, Wine Cooler Elegant e, principalmente, este espantoso Tea Stick.

Quando alguém me quiser oferecer uma prenda, seja porque motivo for, pode escolher um dos artigos referidos em cima ou uma simples garrafa de vinho. Prometo que irei agradecer com um sincero sorriso!

8 thoughts on “o meu salvador de vinhos

  1. Entre essa marca e outras já conto com 4 modelos diferentes. E estes são os melhores que conheço.

    Já testei e duas semanas depois o vinho ainda estava bom.

  2. Boa! Eu não tive tanta sorte em encontrar, por isso mandei vir de fora. No meu caso escolhi o concerto, que met pareceu ser mais novo, e trazia.quatro rolhas, sendo por isso mais caro, mas pronto, boas degustações!

  3. passado por ignorante, mas o vacuo é bom para o vinho?… não implica que se liberte o alcol do vinho de forma a suprir este?
    Se no caso de alguns tintos nacionais nem é má ideia não tenho tanta certeza em relação a outros…
    Eu vou continuar deixar oxidar com a rolha de volta de onde a tirei😀 é uma decantagem mais prelongada😉, tambem sendo onesto depos de abrir a garrafa não a volto a arrumar e consumo durante a semana.

  4. A presença do vácuo dentro da garrafa não implica a libertação do álcool contido no vinho, até porque o liquido teria de atingir a temperatura de 90ºC para que se convertesse para uma forma gasosa.
    Quanto aos benefícios, a rolha de vácuo pretende impedir o contacto do vinho com o oxigénio, e assim impedir que o vinho se oxide, alterando as suas características e iniciando uma série de processos químicos que destroem o vinho.
    Também é verdade que alguns vinhos precisam de decantação e alguma oxigenação, mas nesse caso estamos a falar de períodos de tempo que rondam no máximo as 4 ou 6 horas.
    As rolhas de vácuo pretendem impedir a deterioração do vinho, e mesmo em períodos curtos como uma semana pode alterara a qualidade do vinho. Pessoalmente uso sempre rolhas de vácuo, independentemente do tempo previsto para consumo.

    • 90ºC? A menos de metade já há evaporação quer de água, quer de álcool… e não acredito que o vinho se mantenha inalterado durante duas semanas como referiu anteriormente. A área superficial de contacto do vinho ao ar é muito reduzida, pelo que a utilização destas rolhas não altera em muito o que se passa com o vinho depois de aberto. Independentemente de tudo o vinho não dura mais que 3 ou 4 dias se for bebendo um pouco de cada vez. O melhor que têm a fazer é guardar o dito no frio e esse sim é um factor primordial.

      • Discordo completamente. Após vários testes já tenho a certeza que com este sistema o vinho apresenta a mesma qualidade e sabor durante várias semanas. Até ao momento nunca vi nenhum sistema melhor, nem sequer um que atinja metade dos resultados obtidos com o Vacu Vin Wine Saver.

  5. Eu evito a confusão e bebo logo a garrafa toda. Também é verdade que isto muitas vezes implica beber apenas ao fim de semana. Se por acaso houver restos de vinho manda-se tudo para uma garrafa de água limpa, junta-se umas cascas de carvalho para aromatizar e voilá: vinagre caseiro para tempero!
    Abraço Hugo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s